Powersites - hospedagem de sites

Conteúdo
Menu
Status da Rede
Visitas
Até o momento, recebemos
101535632
vizualizações de páginas (page views) desde Agosto de 2004


O HD que veio do espaço!



WesleySilva enviou: Quando o ônibus espacial Columbia se desintegrou durante a reentrada na atmosfera, durante a missão STS 107 em 1º de Fevereiro de 2003, imaginou-se que pouca coisa poderia sobreviver ao desastre. De fato, os restos da espaçonave se espalharam por mais de 2 mil locais ao longo dos estados do Texas, Louisiana e Arkansas, e o material recuperado representa apenas uma pequena porção do que compinha a espaçonave.

Fonte: tecnologia.ig.com.br

Entretanto, algumas coisas são mais resistentes do que parecem. Por exemplo, placas de petri contendo uma colônia de pequenos vermes nematóides adultos, cada um com não mais de 1 mm de comprimento, foram encontradas, e os animais estavam vivos. Outro item recuperado foi um disco rígido de 340 MB, usado para gravar os resultados de experiências a bordo.

A princípio o disco, um Seagate Marathon ST9385AG, parecia inutilizável. Todo o plástico derreteu, os chips se soltaram da placa de circuito e os componentes estavam literalmente torrados. Selos de borracha se romperam, e os "pratos" metálicos onde os dados são armazenados estavam cobertos de poeira e detritos. Na Terra, discos rígidos deixam de funcionar a toda hora por causa de simples picos de voltagem ou danos muito menores. Quais as chances de recuperar o conteúdo deste, após tantos danos?

Entretanto, o disco continha os resultados de uma experiência importante, que visava determinar o comportamento do gás Xenônio em ambientes de gravidade zero. Depois de identificado, ele foi enviado a uma empresa especializada em recuperação de dados, para determinar o que podia ser feito.

A empresa imediatamente se pôs a trabalhar: os pratos (a única parte do disco que poderia ser salva) foram limpos e colocados em um outro disco rígido. Uma nova placa de controle foi localizada e instalada, e testes determinaram os parâmetros corretos de leitura do disco. Meses depois, os resultados: 99% dos dados originais foram recuperados. O suficiente para que a pesquisa sobre o gás fosse concluída, e os resultados publicados na revista especializada "Physical Review E".


Postado em Sexta, maio 16 @ 11:52:54 BRT por d4nk0
 
Links relacionados
· Mais sobre OFFTOPIC
· Notícias por d4nk0


As notícias mais lidas sobre OFFTOPIC:
Pirataria Sim!

Classificação de notícias
Votar: 4
Votos: 5


Por favor, dedique um segundo de seu tempo para votar nesta notícia:

Excelente
Muito bom
Bom
Regular
Péssimo

Opções
 
Tópicos relacionados

OFFTOPIC