Powersites - hospedagem de sites

Conteúdo
Menu
Status da Rede
Visitas
Até o momento, recebemos
101540438
vizualizações de páginas (page views) desde Agosto de 2004


Petrobras implanta BrOffice em 90 mil PCs



LordLex enviou: A Petrobras iniciou em março deste ano a implantação da suíte de produtividade BrOffice.org em seu parque de máquinas, que possui cerca de 90 mil PCs.

A instalação do BrOffice.org em todas estas máquinas deve ser concluída em até dois meses e o software será utilizado por cerca de 100 mil pessoas na empresa.

De acordo com Márcia Novaes, coordenadora de projetos de Tecnologia da Informação da Petrobras, a empresa optou pelo BrOffice.org após uma rigorosa análise para verificar se a suíte atenderia às necessidades da Petrobras.

Mesmo com a análise, o fator econômico foi o que mais pesou na decisão. Além de optar pelo BrOffice.org,a empresa também decidiu alterar o formato padrão de documentos e adotou o ODF em lugar dos formatos proprietários usados atualmente.

Segundo Gil Brasileiro, analista e líder do projeto de implantação do BrOffice.org, o processo todo será dividido em três fases:

- Instalação, onde o BrOffice.org é instalado e os usuários recebem um comunicado informando sobre a nova ferramenta;

- Estímulo de uso, onde os funcionários receberão o treinamento adequado para uso da ferramenta;

- Adequação de licenças, onde todos os setores da Petrobras avaliarão suas necessidades para determinar se os aplicativos atuais serão ou não mantidos juntamente com os custos de licenciamento associados.

Márcia Novaes mencionou ainda que certos setores manterão as licenças dos programas atuais, já que estes setores necessitam de recursos específicos que ainda não existem no BrOffice.org ou por dependerem dos softwares proprietários usados atualmente.

Além de adotar o BrOffice.org, a Petrobras também optou por adotar o navegador Mozilla Firefox.

Fonte: Baboo



Postado em Quarta, março 31 @ 13:38:33 BRT por caiocbrbrasil
 
Links relacionados
Classificação de notícias
Votar: 0
Votos: 0

Por favor, dedique um segundo de seu tempo para votar nesta notícia:

Excelente
Muito bom
Bom
Regular
Péssimo

Opções