Telefônica/Vivo fica em 2º lugar em reclamações
Data: Quarta, janeiro 16 @ 21:23:23 BRST
Tópico: Noticias


A Fundação Procon de São Paulo divulgou nesta quarta-feira (16) a lista dos setores e empresas que foram objeto do maior número de reclamações em 2012. O setor bancário, com 35.012 atendimentos, ficou em primeiro lugar seguido do de telefonia móvel, com 28.332. Entre as empresas, o grupo Itaú Unibanco foi o primeiro com 10.306, seguido pelo grupo Telefônica/Vivo com 9.683 e da Claro, em terceiro, com 7.403.

A operadora TIM aparece em quinto lugar, com 3843 reclamações em 2012. A Oi ficou com a décima posição, com 2591, e a Nextel, da NII Holding, na 21ª com 1213.

A presença das empresas de telecomunicações no ranking 2012 do Procon-SP não se limita às fornecedoras de serviços de telefonia. Em sétimo lugar, a NET Serviços, empresa de TV a cabo do grupo América Móvil, foi objeto de 3440 reclamações em 2012 e a Sky Brasil ficou com a 11ª colocação, com 2575.

Os maiores problemas enfrentados pelo consumidor, no caso do setor de telecomunicações, estão relacionados ao não cumprimento dos pacotes ofertados, à inoperância do serviço e, especialmente, à dificuldade de cancelamento do serviço.

Segundo o Procon-SP, as reclamações voltadas ao setor de telecomunicações (telefonia fixa e móvel, acesso à internet e TV por assinatura) tiveram considerável aumento. Em compensação, os fabricantes de produtos eletroeletrônicos, apesar de permanecerem entre as empresas mais demandadas, apresentam números bem inferiores aos registrados em anos anteriores.

Entre as fabricantes de aparelho celular, a Samsung foi a companhia que concentrou maior número de reclamações, 970, o que lhe rendeu a 22ª colocação no ranking das mais reclamadas. A Motorola e a LG também aparecem no ranking, com a 26ª e 27ª posição, respectivamente.

Índice de solução

O Procon-SP no ano passado solucionou 85% dos casos no 1º atendimento, quando envia carta ao fornecedor solicitando resolução do problema. Entre as empresas que menos solucionaram as demandas do consumidor estão BV Financeira e Motorola, com 56,44% e 47,46% de casos não solucionados, respectivamente.

Posicionamento

A Telefônica Vivo esclareceu em nota que - conforme divulgado pelo próprio órgão - a lista leva em conta "demandas" atendidas pela entidade, o que inclui simples consultas e pedidos de informação. Além disso, a operadora de serviços de telecomunicações frisou que a lista considera números absolutos, sem incluir na equação a dimensão da base de clientes das empresas. Segundo a Telefônica Vivo, "os 9.683 atendimentos registrados pelo Procon SP em 2012 correspondem a 0,08% dos 12,1 milhões de acessos da operadora na cidade de São Paulo".

A Telefônica também ressaltou, em nota, que o ranking do Procon a coloca como empresa com melhor performance, no setor de telecomunicações, na resolução das queixas dos clientes, com índice de 91,34%. "Por conta dos investimentos e dos esforços contínuos em busca de qualidade, a empresa detém a melhor colocação, entre as operadoras móveis com atuação nacional, no IDA (Índice de Desempenho de Atendimento da Anatel) em 43 dos 44 meses acompanhados pelo órgão".

A operadora TIM também emitiu comunicado oficial após a repercussão do ranking do Procon-SP: "a TIM encerrou o ano de 2012 como a 2ª operadora de telefonia móvel menos demandada na Fundação Procon São Paulo, com mais de 80% das demandas resolvidas, percentual superior a meta acordada com o órgão". Segundo a operadora, o resultado é fruto do trabalho constante da companhia para a melhoria da qualidade dos serviços e do atendimento ao cliente que deve ser mantido em 2013.

A Oi e a Claro também se posicionaram, frisando os esforços e aportes para melhoria dos serviços.

Fonte: Telesíntese





Este está hospedado em PortalADSL - Tudo sobre Banda Larga
http://www.portaladsl.com.br

O Link direto para este artigo é:
http://www.portaladsl.com.br/modules.php?name=News&file;=article&sid;=2546